Azeitona

Ian sente que deve algo a Iris, sua irmã que o criou da melhor forma que pode, apesar de todas as dificuldades. Ele enxerga a chance perfeita quando uma produtora de TV o convida para participar de um reality show de grande audiência e com um cachê generoso, o Novos Pais. O grande problema é que o programa de televisão de gosto duvidoso acompanha a vida de adolescentes que estão prestes a ter filhos, mas Ian não tem um bebê a caminho e muito menos uma namorada!

Mas a proposta é muito tentadora para recusar. Por isso convida Emília, uma colega de sala com quem trocou poucas palavras durante o ano letivo, para embarcar nessa loucura e enganarem a produção do programa. Emília tem seus próprios motivos para aceitar a proposta de Ian – quer sair de casa o mais rápido possível, já que sua relação com a mãe não é das melhores, e o dinheiro do cachê seria o empurrão que precisava.

Com esse enredo peculiar, mas divertido, Bruno Miranda, do canal Bubarim, estreia na ficção. Azeitona também foi o livro escolhido pela Editora Planeta para ser o primeiro publicado pelo selo Outro Planeta, voltado para o público jovem-adulto.

Narrado em terceira pessoa, nós acompanhamos vários núcleos da trama, mas o foco da narrativa é sempre o que está acontecendo com Ian ou Emília. Apesar de ser o romance de estreia do autor, o livro é muito bem escrito e todas as pontas são bem amarradas. Mistura humor e um pouquinho de drama na dose certa.

Um dos maiores méritos, para mim, foi a construção dos personagens. Eles tem várias facetas e é fácil entender a decisão que cada um toma ao longo da história. Além disso, o foco do livro é falar sobre relações familiares, não romance, e o autor consegue fazer isso de um jeito bem bacana.

A editora mandou muito bem no projeto gráfico e o texto está bem editado.

Como não sou muito fã de narrativas em terceira pessoa em romances contemporâneos, às vezes sentia que a história perdia um pouco ritmo, mas recuperava o fôlego logo em seguida. Acho que essa parte é mais pessoal mesmo, especialmente por que o autor conseguiu inserir bem os pensamentos e dúvidas dos personagens através do narrador-observador.

É um livro bem original e divertido, fácil de ler. A escrita é bem madura, chega a ser difícil acreditar que foi escrito por um autor iniciante. Gostei muito e espero por outros livros do Bruno Miranda, que me surpreendeu positivamente com a história!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s