Apoie outros escritores

Em um dos meus momentos de reflexão, estava pensando sobre o que significa um autor nacional apoiar o outro. Eu, por exemplo, não tenho facilidade de ir a eventos – moro longe, não tenho carro, já passo a semana inteira indo para o Rio trabalhar. Aos fins de semana é muito complicado pegar duas, três conduções para prestigiar um lançamento e depois voltar para casa sozinha, à noite, por mais que eu queira. Não é sempre que eu consigo e nem em todas as livrarias que é fácil de ir. Às vezes fico preocupada que isso passe a impressão de que não apoio ou me importo, pois não vou aos eventos.

Mas uma coisa que eu sempre faço é comprar livros de outros autores nacionais. Sempre que tem algum lançamento, tento comprar o livro. Claro que não consigo comprar tudo que sai, mas tento comprar algo se o autor fez um evento comigo, por exemplo, e sempre compro quando a capa ou a sinopse chama minha atenção. Se eu gosto, divulgo, indico para as pessoas etc. Essa foi a forma que encontrei de apoiar outros autores. Às vezes também gravo vídeos com esses autores, por exemplo. Por menor que seja minha plataforma – ou a do outro autor -, eu acho essa troca legal. Acho importante comprarmos livros dos nossos colegas de profissão, indicarmos aquilo que nos agrada.

Nem sempre é possível ir a um evento, mas essa não é a única maneira de apoiar um autor. Todo escritor quer, mais do que tudo, ser lido. Então se você é escritor ou quer ser, compre os livros de outros autores nacionais. Leu uma sinopse que te interessa? Compre!

Eu adoro Bienais, que é um dos momentos que eu consigo entrar em contato com autores que não entraria de outra forma. Nessas épocas tudo que eu compro é nacional – muitos livros a gente só encontra direto com o autor, nessas feiras. Não posso comprar tudo (quem dera!), por isso acabo tendo que fazer uma seleção, mas muitas vezes fico com o livro ou o autor na cabeça e adquiro depois. Pode ser físico, pode ser e-book ou lendo no Kindle Unlimited (ainda quero ler mais no Wattpad, mas ler na tela do celular me dá uma canseira!).

Quem é escritor deve apoiar seus colegas da forma que conseguir. A gente precisa lembrar que livro não é celular. Se você compra um celular, não vai precisar de outro por um bom tempo. Mas um leitor lê vários livros. Se algum leitor vê o escritor que ele gosta indicar outro, ele provavelmente vai correr atrás daquela história. Você não precisa ser BFF de todos os escritores, vai ter gente que você vai gostar mais da escrita e outros você vai se identificar com a personalidade. Mas acho importante respeito e apoio.

Foi com respeito e apoio que chegamos onde estamos. Para abrir mais portas e construir um mercado sólido, onde mais leitores estejam dispostos a consumir nossos livros, é importante que mais autores se deem bem, consumam e divulguem os colegas de profissão.

Ao invés de achar que nossa arte é incompreendida e que nós deveríamos estar no topo da lista do Publishnews ao invés da autobiografia de algum YouTuber, que tal nos apoiarmos? Continue consumindo os autores brasileiros mais famosos, mas dê chance também para aquele autor independente, para aquele que saiu por uma editora de médio porte, aquele que não tem tantos leitores…

Todo escritor começou do zero. Eu comecei. Não sou famosa, tenho muito chão para andar, mas sei que não teria chegado onde cheguei se tivesse me isolado. Outros autores não são seus rivais, eles são seus aliados. Vamos formar uma aliança mais forte de escritores, apoiando da melhor forma que a gente conseguir. Só assim vamos crescer cada vez mais como profissionais e como pessoas.

Anúncios

6 comentários sobre “Apoie outros escritores

  1. T. K. Pereira disse:

    Ei, Iris.

    Topei com uma indicação deste seu artigo no Facebook. Parabéns. Realmente, nem sempre é possível estar nos eventos ou comprar todos os livros que gostaríamos, mas há várias formas de apoiar o autor nacional.

    Da minha parte, além de resenhas e sorteios ocasionais, divulgo autor e obra através de um projeto intitulado “7 coisas que aprendi”: nele, escritores em diversos estágios da carreira escrevem sobre suas experiências e conselhos que gostariam de ter recebido quando começaram.

    Hoje já são mais de 100 contribuições publicadas lá no meu site, Escriba Encapuzado, e um eBook gratuito que reúne 8 depoimentos inéditos. Além de útil na divulgação, esse projeto ainda é um tesouro para quem pretende iniciar na carreira.

    O projeto é aberto, contribui quem quiser; basta entrar em contato. Aliás… já que tocamos no assunto… o que acha de dar sua contribuição por lá?

    🙂

    Abraços e parabéns por suas conquistas.


    Tiago K. Pereira – Escriba Encapuzado
    contato@escribaencapuzado.com.br
    _________________________________
    http://www.escribaencapuzado.com.br
    https://www.facebook.com/escribaencapuzado

    Curtir

  2. Bruna Karyne disse:

    Olha, Iris, amei! Pra mim, na verdade, uma das melhores experiências na Bienal foi, mais do que conhecer novos colegas escritores, sentir a força, a energia e o ânimo deles, como cada um, mesmo se não fossem íntimos, encorajava o outro a abordar um leitor ou dava conselhos ou perguntava sobre o livro. Isso é importantíssimo, porque a gente se entende, a gente sabe das dificuldades e de como parte o coração não ter leitores (por exemplo), porque vivemos pra isso, pra trazer ao mundo essas histórias e compartilhar com as pessoas, essa é a graça, esse é o sonho: conseguir se conectar com Alg q vc nem conhece a partir da escrita, criar uma conexão pela magia da palavra, fazer os outros (e vc mesmo) rir, chorar, refletir, repensar o mundo à sua volta. Escrever é mágico e a gente precisa se apoiar mais assim. Por isso, ó, pode contar comigo 🙂 Nem lembro como te conheci (só sei q foi na Bienal), mas fico mt feliz de tê-lo feito. Vc e tantos outros escritores me inspiram a persistir e me dar mais uma chance quando parece que absolutamente ninguém tá ligando pra minha escrita e não faria a menor diferença eu parar (e aí todas as inseguranças batem junto e fundo né e dói bastante, muito mesmo, porque é a coisa que mais amo e, infelizmente, tb me faz sofrer ). Então, entendo completamente a dor que é essa invisibilização pela qual muitos de nós passam, que massacra nosso coração/sonho, e justamente por isso precisamos nos ajudar : para sermos lidos enfim.
    Mt obrigada pelo texto e pela presença tb, ainda que seja uma presença basicamente virtual
    P.S: fica o convite pra ler minha história no Wattpad, “Mizpah”, aproveitando a oportunidade

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s