Cabeças de Ferro

Carol Sabar é uma das minhas autoras nacionais favoritas, autora dos livros “Como (quase) namorei Robert Pattinson” e “Azar o seu!”. “Cabeças de Ferro” é seu mais novo romance lançado pela Editora Jangada, seguindo uma linha um pouco diferente dos dois primeiros publicados por ela.

Malu foi aprovada em primeiro lugar no vestibular de Engenharia de Produção na Universidade de Ponto Sem Nó, a melhor do país. Depois de passar um semestre no exterior aperfeiçoando a língua, ela chega na cidadezinha no interior de Minas Gerais para começar sua vida universitária. Mas, para horror de Malu, a antiga tradição dos Cabeças de Ferro – como os alunos são chamados – dita que o veterano que foi aprovado em primeiro lugar no semestre anterior seja aquele que vai aplicar o trote no primeiro colocado do semestre seguinte, e assim por diante. Só que o primeiro colocado no vestibular era ninguém mais, ninguém menos, que Arthur Cantisani, seu antigo rival do colégio.

Mas Arthur faz algo inesperado: ao invés de jogar a garrafa com o líquido do trote na cabeça de Malu, ele joga em Mariana, a caloura que ficou em segundo lugar. A menina sofre um choque anafilático, todo mundo desaparece e sobra para Malu e Arthur prestarem os primeiros socorros. Mas ao descobrirem que aquela garrafa que era destinada a Malu era diferente das outras, o casal de inimigos acaba se juntando para desvendar quem sabotou o trote, tentou causar mal a Malu e prejudicar Arthur.

Como sempre, a narrativa de Carol Sabar está divertidíssima. A história parece meio non-sense a princípio, mas com o passar das páginas ela consegue amarrar os pontos e lançar novas tramas para nos envolvermos. Gosto muito da forma como ela escreve e foi divertido vê-la passeando por um terreno novo, que é a universidade.

A realidade dos alunos em repúblicas e festas é algo que ela consegue construir bem na história. Soa próximo da realidade, apesar do clima Nancy Drew que a história toma por causa da investigação que Malu e Arthur fazem. Várias vezes ao longo da história os dois se colocam em muitas enrascadas e é divertido ver os artifícios que Sabar encontra para reverter a situação.

Não dei nota máxima por um motivo: os personagens masculinos. Tirando o Arthur, que é uma gracinha e não faz nada errado e eu quero pedir em casamento, eu fiquei extremamente incomodada com o comportamento machista de outros personagens. Isso não seria um problema se fosse apontado como alguns atos são problemáticos, mas achei o comportamento do Nicolas completamente abusivo e uma situação que a personagem passa com um coadjuvante também bastante problemática.

Explico: o Nicolas é extremamente ciumento e possessivo, além de agir como se pensasse que a Malu deve satisfações a ele por tudo e precisa se relacionar com ele por serem amigos de longa data. A situação com o coadjuvante pode ser considerada spoiler, mas vou resumir em: uma situação onde claramente é abuso e acabou sendo normalizada. Como esse é o primeiro de uma série (sim, terá continuação!), não sei se a intenção da autora foi exatamente mostrar isso como normal e desenvolver melhor nos volumes seguintes. Mas confesso que isso me incomodou bastante e me fez desanimar nesses trechos, em uma leitura que eu gostei muito no geral.

Espero que isso seja “consertado” nos outros volumes e que a autora mostre que situações como as que acontecem com esses dois personagens não são normais. Acho isso extremamente importante na literatura, ainda que de forma sutil. Sinto que ficou faltando aqui e isso era extremamente importante no cenário.

De todo modo, como qualquer livro da Carol Sabar, temos uma protagonista divertida e narrativa que prende o leitor do início ao fim, deixando um gancho no final para continuar a solucionar alguns mistérios no próximo volume da série.

Anúncios

2 comentários sobre “Cabeças de Ferro

  1. AntimidiaBlog disse:

    Acho que a resenha ficou muito legal, principalmente por salientar algumas partes machistas na obra……….talvez tão importante quanto a escritora clarear mais esse ponto seja as pessoas terem a capacidade de interpretação para entender isso………parabéns!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s